sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Curtas!!!

Andy Pettitte disse a ESPN que nunca vai voltar jogar baseball novamente.

Com falta de canhotos na rotação contando apenas com Boone Logan, Pedro Feliciano e Damaso Marte podem voltar em Setembro.

Chicago Cubs estão interessados em contratar Brian Cashman

A.J Burnett pode arremessar pela ultima vez na rotação titular hoje se não se sair bem.

Spin Ballnet: Uma possível greve na MLB?

Spin Ballnet: Uma possível greve na MLB?: Greve? Essa possível greve poderá vir depois da World Series de 2011,causando uma parada na MLB.A última vez que a MLB esteve sob uma greve...

Yankees entra para historia

Com certeza o melhor ataque da Major League e a comprovação veio ontem quando o time de New York bateu em um só jogo três grand slams e entrou para historia ao fazer isso. Robinson Cano, Russell Martin e Curtis Granderson foram os responsaveis pelo feito histórico. Parabéns a todos os torcedores Yankees.

Com três Grand Slams, Yankees fazem história e vencem de forma épica os A's

            
  
(59-71) Athletics 9 @ 22 Yankees (78-50)

Yankee Stadium - Bronx, NY
W: Boone Logan (4-2) | L: De Los Santos (2-1)


Dia chuvoso no Bronx, o jogo iniciou com uma hora e meia atrasado e os Yankees já estavam perdendo por 7 a 1 na terceira entrada. O contexto era de um dia infeliz para os torcedores dos Yankees, alguns até deixaram o Yankee Stadium mais cedo devido à chuva e a desvantagem de seis corridas.

Essas pessoas, porém, mal sabiam que a história começaria a ser escrita momentos depois. Uma incrível reviravolta, com um feito mais incrível ainda, estava por vir. A partir da quarta entrada, os Yankees anotaram 21 corridas, sendo que 12 delas foram provenientes de três Grand Slams.

Robinson Cano, Russell Martin e Curtis Granderson foram os responsáveis pelo feito que nunca havia ocorrido na Major League Baseball. Histórico.

A histórica vitória

Logo na terceira entrada, os Yankees já estavam perdendo por seis corridas. Phil Hughes fez um péssimo jogo, cedeu 7 rebatidas e levou seis corridas merecidas na conta. Com o placar em 4 a 1, ele saiu ainda na terceira entrada, com mais de 60 arremessos, para dar lugar a Cory Wade. Cliff Pennington não perdoou e rapidamente rebateu um home run triplo. 7 a 1 A’s.

Parecia tudo perdido, o time vinha repetindo as atuações abaixo da média dos dois últimos jogos diante dos A’s. Na quarta entrada, Russell Martin mandou um solo home run para o campo direito. Eram cinco corridas de desvantagem.

Tudo começou a mudar na quinta entrada. Derek Jeter, Curtis Granderson e Alex Rodriguez lotaram as bases, com um eliminado. Era a vez de Robinson Cano rebater. E ele fez o que todo torcedor estava sonhando: rebateu um Grand Slam. Festa no Yankee Stadium, os Yankees estavam de volta ao jogo.

Nem o mais otimista dos torcedores poderia imaginar as coisas ainda mais espetaculares que viriam pela frente.

Na sexta entrada, com dois em base e dois eliminados, o arremessador Faustino De Los Santos resolveu andar intencionalmente Nick Swisher. Bases lotadas para Russell Martin. Ele não perdoou e mandou um grand slam para o campo direito. Os Yankees viravam o jogo de forma espetacular. Era o segundo Grand Slam do jogo, o segundo home run de Russell Martin na tarde e os Yankees lideravam por 10 a 7.

O castigo para os A’s não havia terminado, aliás, somente havia começado!

A festa foi ficando maior entrada após entrada. Na sétima, mais seis corridas foram anotadas. Com as bases lotadas e nenhum eliminado, Robinson Cano deu uma rebatida de sacrifício e impulsionou a corrida de Granderson (11 a 7). Russell Martin impulsionou a corrida de Teixeira (12 a 7). Eduardo Nunez, com uma rebatida de sacrifício, mandou A-Rod para o home plate (13 a 7). Brett Gardner andou e lotou novamente as bases. Jeter trabalhou outro walk na entrada e com isso Swisher anotou a corrida (14 a 7). Nunez marcou após uma rebatida simples de Granderson (15 a 7). Ainda deu tempo para mais uma corrida na entrada, quando Mark Teixeira andou e Brett Gardner marcou automaticamente a décima sexta corrida.

No topo da oitava entrada, Scott Sizemore anotou um home run para os A's. Um placar de 16 a 8 não é normal, mas também está longe de ser algo super fora do mundo do baseball. Porém haviam sido anotados dois Grand Slams no jogo e a oportunidade de fazer história, de se tornar o primeiro time a rebater três Grand Slams em um só jogo.

A oportunidade apareceu logo após os Yankees anotarem mais uma corrida, na parte baixa da oitava entrada. Com bases lotadas e dois eliminados, era a vez de Curtis Granderson. Este jogador que no domingo já tinha anotado um inside-the-park home run, presenteou os torcedores com mais um incrível feito. Grand Slam para o campo direito, seu trigésimo sexto home run na temporada, a vigésima primeira corrida dos Yankees no jogo e o terceiro Grand Slam.

A história foi escrita no Yankee Stadium. A Major League Baseball abriu seu livro de recordes e anotou lá: New York Yankees, único time a rebater três Grand Slams em um jogo.

Andruw Jones ainda teve tempo para mandar um solo home run e os A’s também. E o jogo histórico terminou com a super vitória dos Yankees por 22 a 9.

Russell Martin fez o melhor jogo de sua carreira. Ele rebateu 5-5, com dois home runs (sendo um Grand Slam) e somou 6 RBI’s.

Jorge Posada, pela primeira vez em sua vitoriosa carreira na Major League, jogou como segunda base (nona entrada).

Todos saíram felizes (os que estavam do lado dos Yankees, claro). Até Phil Hughes, que fez um péssimo jogo, mas viu sua atuação ser apagada com os fatos espetaculares do dia.

Nesta sexta-feira, às 20h, os Yankees vão até Baltimore para enfrentar os Orioles. A.J Burnett iniciará a série de cinco jogos.