terça-feira, 19 de julho de 2011

Em ótimo jogo de Colon, ataque vai mal, estádio atrapalha e Yankees perdem

 X

(56-38) Yankees 2 @ 3 Rays (51-44)
Tropicana Field - Flórida

W: Hellickson (8-7) | L: Colon (6-5)


Diferentemente de sua última aparição no bastão, Bartolo Colon começou o jogo bem consistente e segurando os Rays. Os Yankees, após desperdiçar algumas situações de anotar corrida, abriu vantagem na terceira entrada.

Com dois eliminados, Mark Teixeira chegou na segunda base após uma rebatida para o campo direito.   Robinson Cano, como fez no Home Run Derby, mandou uma pancada para o campo central. Home Run, 2 a 0 Yankees.

Na quinta entrada, com um eliminado, Sam Fuld deu uma longa rebatida tripla para o campo central. Reid Brignac, com uma rebatida simples para o campo direito, impulsionou a corrida de Fuld. Brignac tentou roubar a segunda base, mas Russell Martin foi esperto e lançou perfeitamente para Jeter conseguir eliminar o corredor. Johnny Damon foi eliminado por strikeout, encerrando a entrada.

Na sétima entrada, Bartolo Colon cedeu duas rebatidas simples para Robinson Chirinos e Sean Rodriguez, com um eliminado. Boone Logan foi chamado para tentar tirar os Yankees do problema, mas o ridículo estádio de Tampa (Tropicana Field) resolveu nos atrapalhar. Boone Logan enfrentou Justin Ruggiano, que rebateu uma bola alta para o campo central, era uma eliminação fácil, mas as instalações que existem no teto do estádio acabaram atrapalhando a visão de Granderson, a bola caiu e as bases ficaram lotadas.

Elliot Johnson rebateu no chão, Boone Logan não conseguiu segurar e Chirinos anotou a corrida do empate. Johnny Damon, com uma rebatida de sacrifício, mandou Sean Rodriguez para o home plate: 3 a 2 Rays. Matt Joyce foi eliminado por strikeout e a entrada foi encerrada. Poderia ter sido bem pior.

E os Yankees, que não tiveram um dia feliz no ataque, não conseguiram reverter o placar adverso.

Nesta quarta-feira, às 20h10 (Horário de Brasília), Freddy Garcia inicia o terceiro jogo da série. 

O ataque resolve! Até quando?

O jogo de ontem foi tipicamente uma partida vencida graças a experiência do ataque e a paciência no bastão nos momentos mais importantes. Os Yankees deixaram claro que a superioridade ofensiva às vezes tampa o rombo deixado pelo arremessador. Ontem o jogo estava empatado até a nona entrada quando Russell Martin teve sangue frio e muita paciência para arrancar um walk com bases lotadas e virar jogo. A.J Burnett não fez um bom jogo. Segurou no final, mas o inicio foi terrível. O assunto mais comentado em toda rede de noticias da major league baseball, é a rotação titular de arremessadores dos Yankees. Em quanto CC Sabathia sobre no montinho o restante alterna bons e maus momentos. Colon está inseguro em relação a sua lesão. Phil Hughes voltou de contusão e fez um bom jogo no domingo, mas está longe de passar confiança. Burnett não consegue um bom jogo faz tempo, e Freddy Garcia deu uma boa caída. Cogita-se que Ubaldo Jimenez possa sair do Colorado e parar em New York mas estão exigindo muito por ele. Realmente a não contratação de Cliff Lee foi um tiro no pé

Ramiro Peña passará de 4-6 semanas fora devido à cirurgia de apêndice

Ramiro Peña teve que fazer uma cirurgia de emergência para tirar o seu apêndice, nesta segunda feira (19). O jogador acordou bem cedo com dores no estômago e logo ligou para os treinadores. A cirurgia foi feita justamente no dia do seu aniversário de 26 anos. 

O tempo de recuperação total será de 4 até 6 semanas. O substituto de Ramiro Peña no plantel será o terceira base Brandon Laird, do Scranton/Wilkes-Barre (Triple-A). 

Em 90 jogos pelo time das Minor Leagues, Laird rebateu 10 Home Runs e impulsionou 49 corridas. É a primeira aparição de Brandon Laird (foto abaixo) no plantel principal dos Yankees.

AJ Burnett tem problemas, mas ataque salva em grande virada diante dos Rays


 X

(56-37) Yankees 5 @ 4 Rays (50-44)
Tropicana Field - Flórida

W: Robertson (3-0) | L: Torres (0-1) | SV: Mariano Rivera (24)

Com a ajuda proveniente de erros da defesa dos Rays, que vinham de um jogo que durou quase 6 horas contra os Red Sox, os Yankees marcaram já na primeira entrada diante do arremessador Alex Cobb. Com Curtis Granderson na terceira base e Mark Teixeira na primeira, com um eliminado, Robinson Cano rebateu para o campo direito, Mark Teixeira foi eliminado na segunda base, mas Cano chegou salvo na primeira. Granderson marcou 1 a 0 para os Yankees.

Na parte baixa da primeira entrada, AJ Burnett logo começou seu show de horrores. Johnny Damon andou e Bem Zobrist chegou em base com uma rebatida simples. Evan Longoria deu uma longa rebatida para o campo central, impulsionando as corridas de Damon e Zobrist. Quando estavam dois eliminados, Sean Rodrigues rebateu alto e fraco para o infield, AJ Burnett pegou a bola, mas lançou totalmente errado para o primeira base Mark Teixeira. Evan Longoria anotou a corrida, 3 a 1 Rays.

AJ Burnett cedeu mais uma corrida na segunda entrada. Após Burnett lotar as bases, com dois eliminados, Casey Kotchman rebateu para o campo esquerdo e Evan Longoria anotou. 4 a 1 Rays.

Na quinta entrada, os Yankees diminuíram um pouco o prejuízo. Com Brett Gardner na terceira base e dois eliminados, Mark Teixeira mandou uma rebatida simples para o campo direito, impulsionando a corrida de Gardner. 4 a 2 Rays. Houve um problema de energia no Tropicana Field e o jogo foi paralisado por cerca de 18 minutos.

Na parte baixa da quinta entrada, AJ Burnett foi substituído por Hector Noesi. Noesi segurou muito bem o ataque dos Rays, mas o ataque dos Yankees não estava ajudando.

Até que na oitava entrada os nossos rebatedores resolveram acordar. Robinson Cano com uma rebatida simples e Nick Swisher com um walk, chegaram em base. Andruw Jones substituiu Jorge Posada no bastão, mas foi eliminado por bola alta para o campo esquerdo.

Farnsworth entrou para tentar tirar os Rays do perigo, mas Russell Martin deixou as bases lotadas com uma rebatida rasteira para o campo esquerdo. Com um eliminado, Brett Gardner rebateu para o campo esquerdo, Robinson Cano marcou. Eduardo Nunez deu uma fraca rebatida para o campo direito, Brett Gardner foi eliminado na segunda base, mas ajudou Nunez a salvar a primeira. Swisher anotou a corrida de empate. Derek Jeter foi eliminado por strikeout e o placar ficou 4 a 4, no Tropicana Field.

David Robertson entrou na parte baixa da oitava entrada e com maestria eliminou os três rebatedores, sendo dois por strikeout.

Na nona entrada, os Yankees mostraram que podem se superar bastante durante um jogo. Curtis Granderson começou a entrada com uma rebatida simples para o campo central. Teixeira foi eliminado por strikeout, mas Granderson  conseguiu roubar a segunda fase. Robinson Cano foi eliminado por bola rasteira para o campo direito e Granderson moveu para a terceira base. O pitcher Alexander Torres, intencionalmente, andou Nick Swisher. O tiro saiu pela culatra quando Andruw Jones trabalhou um walk e lotou as bases. Russell Martin era o próximo no bastão, e ele... andou! Com isso, Curtis Granderson automaticamente foi mandado para o home plate. 5 a 4 Yankees, virada sensacional!

Mariano Rivera entrou para salvar o jogo. Como de costume, bateu a porta na cara de Kotchman, Upton, e Rodriguez para fechar a contagem. Yankees abrem a série com uma grande virada, 5 a 4!

Nesta terça-feira, às 20:10 (Horário de Brasília), Bartolo Colon inicia o segundo jogo da série e busca apagar a má impressão do inacreditável jogo da semana passada diante dos Jays.