sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Acompanhe os Yankees conosco

Faça parte do nosso grupo de torcedores dos Yankees no Facebook. Lá você vai ter acesso as informações diárias do time e ter acesso aos links das partidas. Sem contar que você poderá interagir, trocar informações e tirar todas as duvidas a respeito do time e do jogo. Não perca tempo e solicite sua participação no grupo.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Camisas dos Yankees só aqui no Yankees Brasil

Grandes lançamentos de camisas e bonés dos Yankees, preços baixos e otima qualidade. Para maiores informações, entre em contato conosco pelos canais abaixo.

yankeesbrasil@gmail.com




http://www.facebook.com/groups/220825014618834/ 

http://twitter.com/#!/yankeesbrasil


Yankees enfrentarão o Detroit Tigers a partir de sexta na ALDS

A temporada regular terminou e agora a coisa começa a ficar bem séria. Os Yankeees irão enfrentar os Tigers, campeões da AL Central, na American League Division Series (ALDS).

O duelo é de 'melhor de 5' e Joe Girardi confirmou os três homens da rotação titular: CC Sabathia, Ivan Nova e Freddy Garcia. A.J Burnett irá para o bullpen.

Os Tigers tem Justin Verlander, o melhor arremessador da temporada na American League (e até candidato a MVP), mas conseguimos vencer os dois jogos contra ele no ano. Óbvio que nos playoffs tudo muda, mas já mostramos que é possível bater o 'super Verlander'.

A partir das 21h30 de sexta-feira, é hora de se ligar na pós-temporada.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Yankees caem na sétima entrada e 'ajuda' a salvar os Rays: 5 a 3

Os Yankees bem que tentaram bater o motivado Tampa Bay Rays, mas acabaram caindo na sétima entrada. Bartolo Colon fez um bom jogo, cedeu apenas um home run duplo na segunda entrada. O ataque buscou a virada, conseguiu, mas o dia estava tão ruim que houve até um triple play. Com isso, a vantagem de 3 a 2 não foi suficiente, já que Rafael Soriano levou um home run triplo de Matt Joyce, na sétima entrada.

Com a vitória dos Rays e também dos Red Sox, a briga pelo Wild Card chega empatada na última rodada.

Resumo do jogo

Bartolo Colon não começou bem o jogo e cedeu um home run duplo para Ben Zobrist, na segunda entrada. Mas depois disso ele começou a arremessar bem, deixando para o ataque a oportunidade de reagir.

E foi isso que aconteceu, mas não da forma esperada. Russell Martin iniciou a reação na terceira entrada, com um home run simples.

Na quinta entrada, Brett Gardner e Eduardo Nunez ocuparam as esquinas, com nenhum eliminado. O ataque poderia ter marcado muitas corridas, mas acabou saindo só uma após Granderson entrar em dupla eliminação. Gardner empatou o jogo.

Na sexta entrada veio o inaceitável. Primeiro A-Rod anotou uma corrida após rebatida dupla de Swisher. Com Jorge Posada e Swisher em base, nenhum eliminado, Russell Martin rebateu para o campo esquerdo. Evan Longoria conseguiu pegar a bola e iniciar a eliminação tripla. Desde 2000 os Yankees não levavam um lance desses.

A moral dos Rays se elevou e Rafael Soriano acabou cedendo um home run triplo de Matt Joyce na sétima entrada. O jogo acabou aí.

Vitória dos Rays por 5 a 3.

Foi uma derrota que não significou nada para os Yankees. Quanto aos Rays, foi uma vitória que os leva para brigar com os Red Sox até o último instante.

Nesta quarta a temporada regular termina para os Yankees. Com ou sem a vitória, o time cumpriu o seu objetivo: ganhar a divisão e conseguir ser o melhor da American League. 

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Yankees inicia a última série da temporada regular com derrota para os Rays: 5 a 2

James Shields dominou o ataque dos Yankees
Os Yankees já conseguiram todos os objetivos na temporada regular: ganhar a divisão e conseguir a melhor campanha da Amerian League. Portanto, para nós, a última série do ano não tem muita importância. Só que para os Rays, é como uma final de campeonato, pois eles buscam a vaga no wild card.

Mesmo não precisando do resultado, os Yankees abriram 2 a 0 no placar graças a Robinson Cano. Na primeira entrada, foi um home run. Na terceira, Cano impulsionou a corrida de Gardner após um rebatida simples para o campo direito.

Mas foi na parte baixa desta entrada que os Rays viraram. Hector Noesi, que havia começado o jogo, cedeu três corridas. E poderia até ter sido mais, já com Raul Valdes no montinho. Damon foi pego tentando roubar a segunda base. No mesmo instante, Evan Longoria foi para o home plate tentar anotar a corrida, mas Jorge Posada (jogou de primeira base) foi esperto e mandou rapidamente a bola para Russell Martin eliminar Longoria. Dupla eliminação, entrada encerrada, mas 3 a 2 Rays.

Na quarta entrada, Kelly Shoppach mandou um home run para o campo esquerdo e aumentou a vantagem para 4 a 2.

Na sétima entrada os Rays anotaram a última corrida da noite após uma rebatida de sacrifício de Johnny Damon e B.J. Upton fez 5 a 2.

Os Yankees foram totalmente dominados por James Shields. Ele arremessou praticamente um jogo completo. Saiu na nona entrada, já com dois eliminados, para Kyle Farnsworth eliminar Jesus Montero e encerrar o jogo.

De Baltimore vinha a notícia da derrota dos Red Sox para os Orioles, ou seja, a briga pelo Wild Card agora está empatada.  Enquanto isso, os Yankees estão com a cabeça nos playoffs.

Na doubleheader, Yankees e Red Sox saíram cada um com uma vitória

No domingo Yankees e Red Sox fizeram o último clássico do ano, pelo menos na temporada regular.

No primeiro jogo do dia, A.J Burnett fez uma grande apresentação, acabou cedendo dois solo home runs para Jacoby Ellsbury, mas também foi só isso. O ataque funcionou bem contra Wakefield, que já havia cedido 5 corridas nas cinco primeiras entradas.

A.J Burnett só saiu no final da oitava entrada, dando lugar a David Robertson. O placar estava tranquilo: 6 a 2 Yankees.

Foi uma boa vitória onde Burnett conseguiu novamente dominar os Red Sox.

Segundo jogo

O jogo da noite foi um daqueles Yankees e Red Sox que demoram horas para acabar. Foram 14 entradas, onde o ataque foi muito ineficiente após a primeira entrada (onde foram anotadas 3 corridas).

O placar ficou empatado em 4 a 4 até Jacoby Ellsbury mandar o seu terceiro home run no dia, desta vez em cima de Scott Proctor. Na parte baixada da 14ª entrada, os Yankees não tiveram forças para reagir e o placar terminou mesmo 7 a 4 para os Red Sox.

domingo, 25 de setembro de 2011

BOS 1, NYY 9

Bela vitória dos Yankees ontem sobre os Reds Sox. Assista ao lado o compacto do jogo. Hoje teremos rodada dupla. A 1:05 A.J Burnett vai enfrentar Tim Wakefield. As 6:30 Ivan Nova vai para o montinho para enfrentar John Lackey.

sábado, 24 de setembro de 2011

Jogo adiado

Jogo adiado por causa da chuva em New York City.
Hoje Sábado 24/09/11 Freddy Garcia vai ser o Pitcher contra o Lester os Reds Sox.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

De "ressaca", Yankees perdem feio para os Rays.

  

(86-70) Rays 8 @ 15 Yankees (95-61)


Os Yankees entraram em campo na noite de quinta-feira sem Curtis Granderson, Russell Martin, Alex Rodriguez, Robinson Cano e principalmente sem muita vontade. Após comemorarem merecidamente o título da divisão, o time acabou sendo derrota pelo placar elástico de 15 a 8 pelos Rays. Andrew Brackman e Dellin Betances, duas promessas de arremessadores para o futuro, fizeram sua estreia na Major League.

Resumo do jogo

Bartolo Colon não teve um início péssimo e que comprometeu todo o jogo. Na terceira entrada já estava 7 a 0 para os Rays e o ataque foi dominado totalmente pelo rookie Matt Moore, que em 5 entradas anotou 11 strikeouts.

Scott Proctor arremessou na quarta entrada e cedeu mais 5 corridas e Aaron Laffey uma na quinta. 13 a 0 Rays.

Após a mudança de arremessador nos Rays, os Yankees até que anotaram várias corridas, mas não foi o suficiente.

Andruw Jones mandou um home run duplo na sexta entrada. Na sétima, Ramiro Peña e Andruw Jones impulsionaram uma corrida cada. Jesus Montero impulsionou duas. 13 a 6.

Na oitava, ambos os times anotaram mais duas corridas cada e o jogo terminou em 15 a 8 para os Rays.

Foi um resultado atípico.

A partir desta sexta-feira, às 20 horas, os Yankees recebem o Boston Red Sox. Com certeza a vontade do time será muito maior em tentar vencer o maior rival. Lester e Garcia serão os arremessadores.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

É hora de comemorar! Yankees conquistam a AL East

  

(85-70) Rays 2 @ 4 Yankees (95-60)

Yankee Stadium, Bronx, New York
W: Robertson (4-0) | L: McGee (3-2) | SV: Rafael Soriano (2) 


Antes do início da temporada regular da Major League Baseball, os analistas apontavam o Boston Red Sox como sendo o grande favorito para ganhar o título da divisão. Meses depois, o New York Yankees provou que ninguém ganha nada na véspera.

Na última quarta-feira (21), com a segunda vitória do dia por 4 a 2, diante do Tampa Bay Rays, os Yankees garantiram, com certa folga, o título da AL East. Jorge Posada entrou como pinch-hitter na oitava entrada, com o jogo empatado em 2 a 2, bases lotadas, dois eliminados, e impulsionou as duas corridas que o time precisava.

De Boston, já vinha a notícia de mais um colapso dos Red Sox. Derrota por 6 a 4 contra os Orioles. Rafael Soriano confirmou a vitória dos Yankees e todos puderam comemorar o 17º título da divisão.

Resumo do jogo

Horas atrás, os Yankees haviam vencido o primeiro jogo da doubleheader e a vaga nos playoffs já estava garantida. Mas ainda faltava o título da divisão para o time poder comemorar.

Bastava uma vitória dos Yankees sobre os Rays e uma derrota dos Red Sox para os Orioles. Óbvio que não era uma tarefa fácil.

Na segunda entrada, os Yankees começaram a fazer sua parte. Robinso Cano mando um home run para o campo direito e colou o time em vantagem. 1 a 0.

Na quarta entrada, foi desperdiçada uma grande oportunidade de deixar o placar bem elástico. Com bases lotadas e nenhum eliminado, Jesus Montero acabou entrando em dupla eliminação. Apenas uma corrida foi impulsionada. 2 a 0.

CC Sabathia fez um grande jogo, mas o ataque não conseguiu ajuda-lo muito, pois do lado dos Rays tinha Jeremy Hellickson, um candidato a “rookie of the year”. Sabathia acabou cedendo dois home runs, um na quinta entrada para Kelly Shoppach e outro na sétima entrada para Sean Rodriguez.

A oitava entrada foi crucial. CC Sabathia lotou as bases com um eliminado. Joe Girardi, então, substituí-o por David Robertson.

D-Rob ficou conhecido nesta temporada por não se deixar abalar em situações bastante problemáticas. E mais uma vez ele mostrou que bases lotadas não o assusta. Com apenas um arremesso, uma cutter de 93 mph, ele induziu Bem Zobrist para uma dupla eliminação. Entrada encerrada.


Na parte baixa da entrada, aconteceu um lance ainda mais importante e até emocionante para todos no Yankee Stadium.

Com dois eliminados, Greg Golson (pinch-runner de Nick Swisher na entrada), Mark Teixeira e Robinson Cano lotaram as bases. Jesus Montero seria o próximo, mas Girardi chamou Jorge Posada como pinch-hitter.

Posada, que provavelmente está fazendo disputando a sua última temporada e não vem sendo mais um jogador importante para o time, foi para o bastão ovacionado. E ele mostrou que ainda pode fazer os milhões de torcedores dos Yankees comemorarem após uma rebatida dele. Rebatida simples para o campo direito, Greg Golson e Robinson cano anotaram as corridas. 4 a 2 Yankees.

Todos já sabiam que os Red Sox haviam perdido, portanto, era só confirmar a vitória e comemorar o título da divisão.

Como Mariano Rivera fechou o primeiro jogo da doubleheader, a responsabilidade ficou para Rafael Soriano. Ele não titubeou, e com um strikeout em Matt Joyce, garantiu o título da AL East.

Yankees 4, Rays 2


O New York Yankees comemorou o primeiro título da temporada, mas ainda faltam três. Que venham os playoffs!

Nesta quinta-feira, às 20 horas, Bartolo Colon fecha a série.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

HELLO, PLAYOFFS! No primeiro jogo do dia, Yankees vencem Rays e estão nos playoffs.

  

(85-69) Rays 2 @ 4 Yankees (94-60)

Yankee Stadium, Bronx, New York
W: Ayala(2-2) | L: Shields (15-12) | SV: MARIANO RIVERA (44) 


No primeiro jogo da doubleheader diante dos Rays, os Yankees conseguiram virar o placar na oitava entrada e confirmou sua vaga para a pós-temporada.

Não foi um jogo fácil, pois tinha James Shields do outro lado e os Yankees usaram oito arremessadores para segurar o ataque adversário. Phil Hughes iria começar o jogo, mas Hector Noesi acabou sendo usado como emergência pois ele estava com dores nas costas. Eduardo Nunez e Robinson Cano, com três corridas na oitava entrada, ajudaram na virada. Mariano Rivera fechou o jogo e garantiu a importante vitória.

Resumo do jogo

Os Yankees começaram o jogo na frente. Após Derek Jeter chegar em base, Alex Rodriguez mandou uma rebatida dupla para o campo central e impulsionou a primeira corrida do dia.

Hector Noesi arremessou tranquilamente as duas primeiras entradas, mas teve problemas na terceira. Elliot Johnson começou com uma rebatida dupla para o campo esquerdo. Reid Bregnac foi eliminado por bola rasteira e Johnson foi para a terceira base. Desmond Jennings não desperdiçou a chance e mandou um home run duplo. 2 a 1 Rays.

Noesi eliminou B.J. Upton, mas Evan Longoria chegou em base. Com isso, o dia do nosso “starter emergencial” terminou precocemente. Óbvio que não podemos falar nada de ruim de sua apresentação, já que ele é um homem de bullpen e não está acostumado a jogar mais de duas ou três entradas.

Para o seu lugar, entrou Raul Valdes, arremessador que era dos Cardinals e assinou um contrato de Triple A com os Yankees no mês passado.

James Shields vinha jogando muito bem, parando o ataque dos Yankees. Mas enquanto os rebatedores não estavam fazendo um bom trabalho, o bullpen foi perfeito.

Kontos, Laffey, Wade, Logan e Ayala foram sensacionais. Eles não cederam nenhuma corrida para os Rays e conseguiram deixar o placar em apenas 2 a 1 para o time adversário.

Com isso, já estavam na oitava entrada e o ataque tinha que acordar logo para poder confirmar a vaga nos playoffs.

E deu tudo certo. Shields continuou no jogo e Eduardo Nunez iniciou a entrada com um home run de empate. Depois, com um eliminado e dois em base (Jeter e Gardner), J.P. Howell entrou no lugar de James Shields.

Era a vez de Robinson Cano. Longa rebatida dupla para o campo central, Jeter e Gardner anotaram as corridas. Virada dos Yankees, 4 a 2 no placar.

Mariano Rivera entrou na nona entrada para garantir os Yankees nos playoffs. E ele fez isso com a perfeição de sempre.

Nas últimas 17 temporadas, é a 16ª vez que o New York Yankees confirma uma vaga na pós-temporada.

Playoffs, aí vamos nós!

Ivan Nova faz jogo espetacular, garante sua 12ª vitória seguida e Yankees estão perto do título da divisão

  

(85-68) Rays 0 @ 5 Yankees (93-60)

Yankee Stadium, Bronx, New York
W: Nova (16-4) | L: Davis (10-10) 


Um jogo após mais uma apresentação desastrosa de A.J Burnett, os torcedores dos Yankees viram outra exibição de gala de Ivan Nova. Ele saiu apenas na oitava entrada, sem ceder nenhuma corrida. Foi a décima segunda vitória seguida de Nova, algo que não acontecia com um “rookie” desde 1942. Incrível.

Resumo do jogo

Com a incrível performance de Ivan Nova durante todo o ano, o jogo já ficou praticamente definido na segunda entrada. Com Swisher na segunda base, Eric Chavez mandou uma rebatida simples e impulsionou a primeira corrida da noite.

Logo em seguida, as bases ficaram lotadas. Derek Jeter foi eliminado por strikeout, mas depois era a vez de Curtis Granderson. Ele não jogou fora a oportunidade e mandou uma longa rebatida dupla para o campo direito, limpando as bases para impulsionar três corridas. 4 a 0 Yankees.

O ataque novamente teve muitos problemas para anotar corridas quando haviam corredores em base. No jogo todo foram 18 homens que chegaram em base e não conseguiram anotar corrida. É um número muito alto.

A quinta corrida acabou vindo na quinta entrada, mais uma vez proveniente das mãos de Curtis Granderson. Com Jeter e Gardner ocupando as esquinas e dois eliminados, Granderson rebateu para o campo direito, mas o primeira base Casey Kotchman não conseguiu mandar a tempo a bola para o arremessador fazer a eliminação na primeira base. Gardner anotou a corrida. 5 a 0 Yankees.

A partir daí o ataque não fez mais nada, mas Ivan Nova continuou seu show.

Na sétima entrada tivemos um ótimo exemplo do porque ele é um dos cotados para ser o “rookie of the year”. Nova lotou as bases, com nenhum eliminado. Para muitos isso é um total pesadelo, mas para ele foi muito fácil sair daquilo.

Desmond Jennings foi eliminado por bola alta para o campo esquerdo. Logo em seguida, B.J Upton entrou em dupla eliminação. Sim, Ivan Nova encerrou a entrada sem ceder nenhuma corrida. Sensacional.

Na entrada seguinte, Boone Logan entrou no lugar de Nova. Ele saiu aplaudido de pé pelos torcedores do Yankee Stadium.

Como duas eliminações já haviam sido feitas, Logan eliminou Brandon Guyer por pop-out, dando números finais a oitava entrada.

Luis Ayala garantiu a vitória e o shootout.

Brilhante exibição de Ivan Nova, importante vitória dos Yankees. Como os Red Sox perderam mais uma, os Yankees só precisam de mais três vitórias para garantir o título da divisão.

Yankees 5, Rays 0

Nesta quarta, Yankees e Rays irão disputar uma doubleheader. O primeiro jogo iniciará às 14 horas. Já o segundo, às 20 horas.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Poderia ser melhor ainda

Muito se fala que Jorge Posada poderia ser o catcher e pegar a bola do save 602. Eu concordo plenamente e digo mais. Posada não anda em boa fase e passou um ano complicado, nada mais justo para ele ser homenageado também já que Rivera e Posada jogaram juntos por quinze anos. São coisas assim que mudam a história e Joe Girardi poderia ter participado disso.

Net Esportes - O Mundo dos Esportes na Internet: Mais um feito para a história

Net Esportes - O Mundo dos Esportes na Internet: Mais um feito para a história: 600, três mil e agora 602. O primeiro foi Alex Rodriguez no ano passado, jogador polêmico que começou sua carreira em 1994 passando por Seat...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Em vitória dos Yankees sobre os Twins, Mariano Rivera anota sua 602ª e faz história

     
  
(59-93) Twins 4 @ 6 Yankees (92-60)

Yankee Stadium - Bronx, NY 
W: Wade (6-1) | L: Diamond (1-5) | SV: MARIANO RIVERA (43)


Foi mais um daqueles dias que entrarão para a história do New York Yankees e do Yankee Stadium. Mariano Rivera ultrapassou Trevor Hoffman ao anotar a 602ª save de sua carreira. O Minnesota Twins estava fragilizado, com vários jogadores das Minor Leagues, mas mesmo assim A.J Burnett só durou cinco entradas e acabou “facilitando” para que Rivera quebrasse o recorde neste dia 19 de Setembro de 2011, levando 4 corridas quando o jogo estava 5 a 0.

O mais importante foi que o bullpen garantiu a vantagem, mais uma corrida foi anotada para deixar 6 a 4. Mariano Rivera entrou na nona entrada para quebrar o recorde, garantir a vitória, e fazer a história.

Resumo do jogo

As três primeiras entradas foram ótimas para o Yankees. Tudo começou ainda na primeira quando Derek Jeter iniciou o jogo com uma rebatida simples e depois Curtis Granderson mandou um home run para o campo direito. 41º home run dele na temporada. 2 a 0 Yankees.

Na segunda entrada, Russell Martin impulsionou a corrida de Nick Swisher através de uma rebatida rasteira. 3 a 0 Yankees.

Na terceira entrada mais duas corridas foram anotadas. Com Alex Rodriguez em base, Robinson Cano mandou uma rebatida para o campo central e chegou até a terceira base. A-Rod foi para o home plate. Nick Swisher impulsionou a corrida de Cano com uma bola rasteira para o campo central. 5 a 0 Yankees.

O resultado era cômodo, A.J Burnett até vinha fazendo um bom jogo até então. Mas ele, como infelizmente é costume, entrou em colapso a partir da quarta entrada. Burnett cedeu um home run simples para Chris Parmelee.

Burnett havia escapado de bases lotadas na entrada passada, mas na quinta não teve jeito de salvar a boa vantagem. Trevor Plouffe estava em base e Michael Cuddyer mandou um home run para o campo central. Ainda com nenhum eliminado, Chris Parmelee rebateu para o campo central e chegou na segunda base.

O dia de A.J Burnett estava encerrado. Ele já tinha 8 strikeouts no jogo, mas a bipolaridade dele é enorme. Para tentar limitar o problema, Cory Wade entrou. Wade lotou as bases, mas conseguiu ceder apenas mais uma corrida. 5 a 4 Yankees.

Os Yankees aumentaram mais um pouquinho a vantagem na sexta entrada. Após uma rebatida rasteira de A-Rod que impulsionou a corrida de Granderson. E o ataque não conseguiu produzir mais nada a partir daí.

Mas também não precisou, já que o bullpen com Wade, Logan, Soriano e D-Rob deixaram o terreno pronto para Mariano Rivera fazer história.

O recorde de Mariano Rivera

Todos de pé na nona entrada. Mariano Rivera entrou no jogo para quebrar o recorde de Trevor Hoffman e se tornar o líder em saves.

Ele eliminou Trevor Plouffe por bola rasteira e Michael Cuddyer por bola alta.

Chris Parmelee foi o “felizardo”. Mariano Rivera o eliminou por strikeout, com uma cutter de 93 mph no canto baixo esquerdo do rebatedor.

602 saves. Histórico. “MO” recebeu os parabéns e aplausos de todos, inclusive dos jogadores adversários. Como de costume demonstrou classe, agradeceu a Deus, a sua família, aos Yankees, e aos fãs.

Momento especial.

Yankees 6, Twins 4


Nesta terça-feira, às 20 horas, os Yankees iniciam a série diante do Tampa Bay Rays, no Yankee Stadium. Ivan Nova irá arremessar.

Spin Ballnet: Mariano Rivera é o jogador com mais saves da histó...

Spin Ballnet: Mariano Rivera é o jogador com mais saves da histó...: Nesta tarde de segunda-feira o fechador dos Yankees Mariano Rivera se tornou o recordista de saves na história da MLB. Na vitória dos Yankee...

domingo, 18 de setembro de 2011

Em jogo morno, Yankees perdem o último jogo da série diante dos Blue Jays.


                                         
  
(91-60) Yankees 0 @ 3 Blue Jays (77-75)


Os Yankees entraram com um time ‘misto’ no último jogo da série diante dos Blue Jays. Com isso, o ataque não conseguiu funcionar, sequer anotou uma corrida e Freddy Garcia não teve culpa nas três corridas que cedeu. Foi um jogo sem emoção alguma e praticamente não teve lances importantes.

Só os Blue Jays jogaram, e mesmo assim foi pouco. Adam Lind mandou dois solo home runs na segunda e quarta entradas. Arencibia marcou a terceira corrida, na quinta entrada, após uma rebatida de sacrifício de Eric Thames. 3 a 0 Eagles.

E foi somente isso que aconteceu de tão especial. Joe Girardi poupou Granderson, Jeter e Teixeira. Dickerson, Peña e Nuñez foram os substitutos.

Apesar da derrota, os Yankees seguem com 4.5 jogos na frente do Boston Red Sox, que perderam por 8 a 5 do Tampa Bay Rays.

Nesta segunda, às 14h, o time volta a New York para disputar um jogo que foi remarcado contra os Twins. Será a primeira chance de Mariano Rivera quebrar o recorde de saves, no Yankee Stadium. A.J Burnett será o arremessador.

New York Yankees Brasil: A-Rod e Granderson lideram vitória dos Yankees no ...

New York Yankees Brasil: A-Rod e Granderson lideram vitória dos Yankees no ...: (91-59) Yankees 7 @ 6 Blue Jays (76-75) Rogers Centre - Toronto, Canadá W: Laffey (3-2) | L: ...

sábado, 17 de setembro de 2011

A-Rod e Granderson lideram vitória dos Yankees no dia em que Mariano Rivera iguala recorde


                                    
  
(91-59) Yankees 7 @ 6 Blue Jays (76-75)

Rogers Centre - Toronto, Canadá
W: Laffey (3-2) | L:  Villanueva (6-4) | SV: MARIANO RIVERA (42)

Os Yankees voltaram a vencer e mais uma vez foi uma vitória especial, principalmente para um certo closer que veste a camisa 42. Mariano Rivera anotou sua 601ª e igualou o recorde de Trevor Hoffman.

O jogo em si não foi fácil, Bartolo Colon não arremessou bem e saiu na quinta entrada ao ter deixado o placar em 6 a 1 para os Blue Jays. O ataque não vinha bem até que na sexta e sétima entrada dois home runs, de A-Rod e Curtis Granderson, botaram os Yankees na frente. O bullpen foi perfeito e não cedeu nenhuma rebatida.


Resumo do jogo

Nas duas primeiras entradas o ataque se mostrou o mesmo dos dias anteriores. Nas duas chances que houve um corredor em base e um eliminado, acabou ocorrendo a dupla eliminação para encerrar a entrada.

Com isso os Blue Jays aproveitaram e conseguiram abrir uma ampla vantagem na parte baixa da segunda entrada. Bartolo Colon se complicou quando deixou Adam Lind e David Cooper nas esquinas, com nenhum eliminado. Colby Rasmus abriu o placar através de uma rebatida dupla que impulsionou a corrida de Lind. Brett Lawrie foi eliminado por bola rasteira mas Cooper anotou a segunda corrida. Jose Molina rebateu para o campo esquerdo, a bola saiu do campo e com isso Rasmus foi para o home plate. Mike McCoy, com um bunt de sacrifício, impulsionou a corrida de Loewen. 4 a 0 Blue Jays.

Na quarta entrada, os Yankees anotaram uma corrida, mas por conta de um lance bizarro não conseguiu anotar mais.

Com Curtis Granderson e Mark Teixeira em posição de anotar corrida, Robinson Cano mandou uma rebatida de sacrifício para o campo esquerdo, mas Adam Loewen derrubou a bola. Curtis Granderson anotou a corrida, Teixeira foi para a terceira base e Cano para a segunda. Logo em seguida Alex Rodriguez foi eliminado por bola rasteira.

Era a vez de Nick Swisher e então aconteceu o inacreditável. Swisher mandou uma longa rebatida para o campo central. Mas Robinson Cano, que provavelmente estava imaginando que já haviam sido eliminados dois rebatedores, saiu correndo. Resultado? Dupla eliminação. Swisher pela bola alta e Cano por ter saído da segunda base. Erro inaceitável em um jogo profissional.

Os Blue Jays castigaram e anotaram mais duas corridas na parte baixa da entrada. Não era o dia de Bartolo Colon. Ele, aliás, não vem tendo uma temporada boa contra o time canadense.

Com 6 a 1 no placar a situação ficou complicada, mas um jogador que desfalcou por vários dias acabou deixando o time de volta ao jogo. Na sexta entrada, após Mark Teixeira impulsionar uma corrida de Granderson e Robinson Cano chegar em base por um Hit by Pitch, era a vez de Alex Rodriguez. Dois corredores em base, nenhum eliminado, bom momento para um home run. A-Rod mostrou que pode sim ser decisivo e mandou uma bomba para o campo esquerdo: home run triplo e desvantagem caindo para apenas uma corrida.

Na entrada seguinte veio a virada. Com Derek Jeter em base, Curtis Granderson rebateu um home run para o campo central e botou os Yankees na frente. Foi o 40º home run de Granderson no ano. Incrível.

A partir daí foi a vez do bullpen segurar. Joe Girardi vinha colocando um arremessador em cada entrada desde a quinta, quando Bartolo Colon saiu. Scott Proctor, Aaron Laffey, Hector Noesi e Rafael Soriano não cederam nenhuma rebatida sequer.

E chegou a nona entrada. 7 a 6 para os Yankees. Hora de Mariano Rivera.

Recorde igualado

Uma save separava Mariano Rivera do recorde de Trevor Hoffman. Depois deste jogo não separa mais. Rivera eliminou os três rebatedores com a calma de sempre, garantiu a vitória dos Yankees e consequentemente a 601ª save.

Ele comemorou como todas as outras vezes: apertando a mão de seus companheiros e os parabenizando pelo bom jogo. Nas entrevistas, tudo igual também. Agradeceu a Deus e a sua família, que estava no estádio.

Ninguém cansa de dizer que ele é o melhor. 

Yankees 7, Blue Jays 6

Neste domingo, às 14 horas, Freddy Garcia arremessa o último jogo da série