quinta-feira, 14 de novembro de 2013

A politica dos Yankees contra a barba

Desde 1973 quando George Steinbrenner veio para os Yankees, que ele adotou uma politica não tanto convencional nos padrões de hoje. Foi em um jogo contra os Indians que  Steinbrenner notou que os jogadores estavam muito barbudos e cabeludos para seu padrão. Durante o hino nacional Steinbrenner anotou os números dos uniformes dos jogadores que deveriam cortar a barba e o cabelo. Thurman Munson, Bobby Murcer, Sparky Lyle e Roy Branco foram os “infratores” e eles receberam a ordem de cortar a barba e o cabelo imediatamente. Steinbrenner disse que não permitira nenhum pelo facial abaixo dos lábios, somente o bigode foi permitido. Em 1983 o manager Yogi Berra ordenou que Goose Gossage removesse a barba. Ele aceitou a ordem, mas deixou o bigode. O incidente mais famoso ocorreu em 1991. Embora Steinbrenner foi suspenso na época, a administração dos Yankees ordenou que Don Mattingly cortasse o cabelo. Mattingly recusou e foi parar no banco. Isso gerou um frenesi na mídia que zombava da atitude dos Yankees. Depois de muita confusão, Mattingly cortou o cabelo e voltou a equipe. Em 1995 Mattingly entrou em conflito novamente com a diretoria Yankee. Ele deixou crescer um cavanhaque e isso irritou Steinbrenner que o criticou publicamente. Depois de mais confusões, Mattingly fez a barba e permanece sem ela até hoje. Esse politica radical desde a década de 70 permanece até hoje, mesmo com a morte de Steinbrenner. Os Yankees cogitaram contratar vários jogadores que eventualmente usam barba e isso causou mal estar. David Price foi um que disse que não aceitaria essa regra. Os Yankees cogitaram a contratação de Price. Brian Wilson é outro que foi cogitado pelos Yankees para 2014, mas nem em sonho Wilson aceitaria cortar a barba. Ele recusou a quantia de um milhão de dólares oferecidos por uma empresa de aparelhos de barbear. Derek Jeter comentou essa regra e disse. “Vale mesmo a pena ficar barbudo e recusar jogar nos Yankees por uma quantia alta de dinheiro?” Jeter disse que os jogadores devem pensar nessa hipótese. Talvez seja a hora de mudar essa regra que também já existiu em alguns times da liga nacional. A única equipe que mantem isso até hoje é os Yankees.

Nenhum comentário:

Postar um comentário