segunda-feira, 25 de julho de 2011

Até onde podemos chegar?


Verdade seja dita que nunca devemos colocar os Yankees fora de uma lista de favoritos ao titulo, porém esse ano isso aconteceu. Com a inconsistência da rotação titular de arremessadores, muito se falou que os Yankees nem chagariam perto da World Series. Isso tem uma certa verdade, porém nunca deve ser dito. Os Yankees tem uma tradição que extrapola os limites da major league. Esse ano o time está oscilando muito. Ganha jogos com facilidade e perde jogos com facilidade também. Vendo Burnett arremessar sábado, me passa a simples sensação de que ele com todo o seu valor, não é jogador para os Yankees. Fato que o ataque não funcionou nesse dia, mas vimos uma sequência de arremessos péssimos e fora da zona de strike. Uma insegurança total. O mesmo ocorre com Phil Hughes que passa a sensação de não conseguir lidar com a pressão de jogar em New York. O ataque tem uma força incomum, mas que ao mesmo tempo perde oportunidades de ouro. Vimos por quatro dias seguidos Mark Teixeira não fazendo nada e derrepente ele consegue um grand Slam. São situações como essas que colocam os Yankees como favorito a ir a world series mas que ao mesmo tempo mostra que isso não é uma certeza. Ano passado os Yankees perderam a decisão para o Texas porque o ataque não fez nada. Esse ano tudo pode acontecer. Não dá para garantir os Yankees em uma world series mas também  não dá para não pensar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário