segunda-feira, 29 de julho de 2013

Amor pelo esporte


Todo fã de esportes tem em mente um sonho. Ser atleta ou fazer parte do meio esportivo. Aqui no Brasil, o sonho de qualquer garoto é ser jogador de futebol. Nos esportes americanos o baseball é o passatempo preferido. Como explicar o fato de jogadores que utilizam substancias ilegais para aumentar o desempenho? e que imagem esses jogadores passam para seus fãs? Essa é a tônica dos esportes nos últimos tempos. Escândalos de doping têm aumentado relativamente nos últimos anos e levando em consideração que isso tem a ver com o dinheiro sim. Você se arrisca usando substancias ilegais, seu desempenho cresce e isso pode levar o atleta a assinar grandes contratos como Alex Rodriguez. A. Rod como é “carinhosamente” chamado, virou um peso na corporação Yankees. Um contrato longo e milionário e um desempenho pífio. A. Rod pode ser banido do baseball essa semana e manchar sua carreira e entrar para história negativa dos Yankees. Do outro lado está Derek Jeter. Até hoje nenhum escândalo envolveu seu nome. É amado pelos fãs dos Yankees e até pelos fãs de outros times. Vai aposentar no Bronx com vários fatos históricos e todos eles positivos. Vários revezes nesses meses, mas voltou em grande estilo nesse final de semana. A. Rod não tem moral e nem clima para permanecer no Bronx. Seria muita cara de pau se isso acontecesse. Seu nome está na lama e o ódio dos fãs aumentando. O que leva isso? O dinheiro. Um contrato milionário vale mais do que a simpatia de alguém. Jogar em um grande time seja ele qual for, é orgulho para um atleta. Mas para um atleta de verdade como Jeter, Mariano Rivera, Posada e por ai vai. Não para A. Rod que mudou a trajetória de sua carreira com envolvimento com drogas para aumento de desempenho, com arrogância e ganância. Ninguém o quer de volta, é claro e evidente. Não se vê esforço nenhum dos Yankees. E teve essa semana até um rumor e que os Yankees afirmam que A. Rod não tem condições de retorno ao time, porém um médico contratado por A. Rod afirma que ele não tem problema nenhum. Isso mostra que ninguém suporta sua presença e que sua ligação com o doping, mancha a camisa 13. Numero porém que deveria ser aposentado mas não por uma história marcante, mas por ter pertencido por alguns anos a uma pessoa que não pode ser chamado de atleta.

Um comentário:

  1. A atitude mais digna, se é que é possível, seria ele admitir o uso das substâncias, se afastar voluntariamente e aguardar sua punição.
    Infelizmente, não vai acontecer. Porém, o mais revoltante é ele não apenas não admitir o erro, mas, insistir em tentar voltar.
    Contratar médico particular e advogado para argumentar com os profissionais do clube é lamentável.
    Ele envergonha os Yankees.


    ResponderExcluir